11.5 C
Brasília
quarta-feira, 18 maio, 2022
InícioDistrito FederalHospital da Região Leste completa 20 anos

Hospital da Região Leste completa 20 anos

HRL também é referência para moradores do Itapoã, São Sebastião, Jardim Botânico e Jardins Mangueiral | Fotos: Arquivo / Secretaria de Saúde do DF

Com vista privilegiada do Lago Paranoá e do Plano Piloto, o jovem Hospital da Região Leste está celebrando 20 anos, neste sábado (26). A unidade, que encanta por sua paisagem e está localizada no Paranoá, também é referência para moradores do Itapoã, São Sebastião, Jardim Botânico e Jardins Mangueiral, além de pacientes regulados de outras regiões.

Aproximadamente 313 mil moradores que residem nas respectivas áreas administrativas contam com o Sistema Único de Saúde (SUS), integrado num regime de planificação, em que os três níveis de atenção (primária, especializada e hospitalar) estão aliados para um cuidado continuo e integral, onde o HRL responde como última referência de assistência.

No ano passado, a unidade alcançou o número de 3 mil cirurgias de coluna em 10 anos. Para comemorar a data, foi realizado o primeiro simpósio de coluna. O HRL oferece 34 especialidades ambulatoriais, entre elas: odontologia, radiologia, ginecologia e obstetrícia, oftalmologia e cardiologia. Em relação à emergência, o pronto-socorro atende pediatria, clínica médica, clínica cirúrgica, ginecologia e obstetrícia.

O superintendente da Região de Saúde Leste, o médico Sidney Sotero, trabalha há 17 anos no hospital. Ele chegou como médico intensivista e, durante seis anos, acumulou a função de cardiologista atuando, além da UTI, no ambulatório, enfermarias e pronto-socorro.

Como chefe da UTI, percebeu o hospital ganhando corpo, melhorando processos, carteira de serviços e, consequentemente, ganhando importância para a comunidade e para a rede de atenção à saúde do DF.

Servidores têm a missão de cuidar, confortar e curar aqueles que procuram assistência médica

“Trabalhar no HRL é a oportunidade de realmente fazer a diferença para quem depende de uma assistência digna, humana e com qualidade. O Hospital do Paranoá supera expectativas baseado no amor de seus servidores na missão de cuidar, confortar e curar aqueles que o procuram”, frisa.

Homenagem

O Hospital da Região Leste conta com alguns profissionais que trabalham há muito tempo na unidade, sempre lutando por melhores condições de trabalho e assistência ao usuário. Comprometimento, este, que se torna um diferencial e é perceptível.

Além de celebrar o aniversário do hospital, os servidores prestam homenagem a um colega símbolo desta luta diuturna: o médico Adonias Lima Neto, 71 anos, se aposenta nesta semana. Ele trabalha no equipamento de saúde desde a inauguração. Atuou no pronto-socorro na especialidade de clinica médica, em jornada de 40 horas semanais no setor mais desafiador da unidade de saúde.

Adonias conta que atendeu o primeiro paciente com um caso de gripe, que procurou o hospital um dia após a inauguração, em 27 de março de 2002. O médico acompanhou o surgimento da UTI, a implementação de novos serviços, como o tomógrafo, e vivenciou a chegada de outros colegas. Muito querido e ativo, não se inibia em procurar a opinião de especialistas menos experientes para discutir os casos mais complexos. Fez muitos bons amigos. Atuou de forma incansável por fazer sempre um pouco a mais.

“Foi um hospital em que eu me senti muito acolhido. Eu considero o pessoal do Paranoá como minha família. Ficou na minha vida de uma forma muito importante”, diz.

Graduado em 1975, ele entrou na Secretaria de Saúde em 1982, com passagens pelos hospitais de Ceilândia, Sobradinho e Taguatinga, fez do Hospital da Região Leste (antigo Hospital do Paranoá) sua grande missão.

Dados

Mesmo durante a pandemia, a unidade obteve números expressivos . Só no ano passado, foram realizados mais de 535 mil exames laboratoriais. Uma média mensal de 44 mil. A radiologia somou 69.479 exames realizados em 2021. Já o total de partos fechou em 2.692.

Atualmente, o HRL conta com total de 246 leitos para internação. Desses, 34 estão localizados na maternidade, 14 na pediatria, 15 na Unidade de Cuidados Intermediários, 34 na clínica cirúrgica, 42 na ortopedia, 10 na Unidade de Tratamento Intensivo e 42 no pronto-socorro e pediatria.

Novos projetos

Em 2021, o Hospital da Região Leste iniciou três projetos. O Projeto Lean nas Emergências para reduzir a superlotação e inserir uma nova cultura organizacional de gestão. O segundo é o Saúde em Nossas Mãos, em parceria com o Hospital Albert Einstein.

Outro projeto em andamento é a planificação da Linha Materna-Infantil que envolve também Atenção Primária e Secundária. E neste ano começou o Projeto Cuidados Paliativos, em parceria também com Hospital Albert Einstein.

História

O Hospital da Região Leste (antigo Hospital do Paranoá) foi inaugurado em 26 de março de 2002. A unidade foi construída na gestão do presidente da República Fernando Henrique Cardoso e do governador do Distrito Federal Joaquim Domingos Roriz. Jofran Frejat era o secretário de Saúde à época.

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

Fonte: Agência Brasília

RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments