11.5 C
Brasília
segunda-feira, 27 junho, 2022
InícioPolíticaGeneral Freire Gomes assume Comando do Exército Brasileiro

General Freire Gomes assume Comando do Exército Brasileiro

O general Marco Antônio Freire Gomes assumiu oficialmente, nesta quinta-feira (31), o Comando do Exército Brasileiro, em cerimônia no Clube do Exército, em Brasília, com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Freire Gomes substitui o general Paulo Sérgio Nogueira, que estava à frente do posto há quase um ano e que agora será o novo ministro da Defesa. Nogueira entra no lugar de Braga Netto, que deixou o cargo para concorrer às eleições como provável candidato à vice-presidente na chapa de reeleição de Bolsonaro. 

“Sinto um aperto no coração por deixar o convívio diário com minha tropa, e com as lides do Exército, mas posso afirmar que entrego o comando plenamente realizado como comandante de um exército que tem militares de elevado valor profissional e moral, e que ao povo brasileiro sempre serviu e servirá”, afirmou o general Paulo Sérgio Nogueira em seu discurso de despedida. O novo comandante do Exército não falou na cerimônia. 

Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro havia dado a posse a nove ministros e outros integrantes do governo que se desincompatibilizaram dos cargos para concorrem a cargos eletivos nas eleições de outubro deste ano. 

Perfil

Marco Antônio Freire Gomes exercia o cargo de Comandante de Operações Terrestres, em Brasília. O general, nasceu em 31 de julho de 1957, em Pirassununga, interior de São Paulo e foi incorporado ao Exército em 14 de fevereiro de 1977, na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ). Foi declarado aspirante a oficial de cavalaria em dezembro de 1980.

Como Oficial General exerceu os cargos de Comandante da Brigada de Operações Especiais e do Comando de Operações Especiais, em Goiânia; 1º Subchefe do Comando de Operações Terrestres (Coter), em Brasília; Comandante da 10ª Região Militar, em Fortaleza; Secretário-Executivo do GSI/PR, em Brasília; Comandante Militar do Nordeste, em Recife; e Comandante de Operações Terrestres, em Brasília.

Durante a sua carreira militar, serviu em unidades de Cavalaria, como o 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado (RC Mec), em Bela Vista (MS); o 10º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, em Recife (PE); e o 16º RC Mec, em Bayeux (PB). Além disso, serviu no 1º Batalhão de Forças Especiais e no Comando da Brigada de Infantaria Paraquedista, ambos no Rio de Janeiro (RJ); e integrou o Grupo de Observadores das Nações Unidas na América Central (ONUCA). Foi instrutor da Seção de Instrução Especial (SIESP) da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN); e, também, o primeiro Comandante do 1º Batalhão de Ações de Comandos, em Goiânia (GO).

Ainda como oficial superior exerceu as funções de Chefe da Divisão de Operações e Divisão de Inteligência do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR), em Brasília (DF); Chefe do Serviço Militar Regional do Comando da 11ª Região Militar, em Brasília (DF); Adido Militar de Defesa e do Exército junto à Embaixada do Brasil no Reino da Espanha; Chefe da Seção de Doutrina e Assistente da 3ª Subchefia do Estado-Maior do Exército, em Brasília (DF); Oficial do Estado-Maior Conjunto do Ministério da Defesa, em Brasília (DF); e Oficial do GSI/PR, também na capital.

Fonte: Agência Brasil

RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments