28.5 C
Brasília
domingo, 7 agosto, 2022
InícioDistrito FederalPré-natal odontológico: saiba por que é tão importante fazê-lo

Pré-natal odontológico: saiba por que é tão importante fazê-lo

Visitar o dentista regularmente e fazer o acompanhamento preventivo da saúde bucal é de extrema importância ao longo da vida, mas principalmente durante a gestação. Na consulta do pré-natal odontológico, realizada em toda a rede pública de saúde do Distrito Federal, a gestante é examinada e, caso seja diagnosticada alguma doença, ela pode fazer o tratamento durante a gestação. No DF, 127 unidades básicas de saúde (UBSs) ofertam esse serviço; conheça os endereços.

De acordo com a cirurgiã dentista Raquel Ribeiro, que atende diariamente mulheres grávidas na UBS 6 do Gama, a gestante com doença periodontal não tratada pode passar por situações como parto prematuro, baixo peso do bebê ao nascer e pré-eclâmpsia. “Além disso, a cárie é uma doença que pode se agravar. Tivemos casos no DF de gestantes que tiveram que passar por procedimentos de urgência em que foi necessário fazer o parto em função de infecção de origem odontogênica, que estava disseminando e colocando a vida da gestante em risco”, alerta.

Pré-natal odontológico é fundamental para a saúde das gestantes: doença periodontal pode resultar em uma série de problemas para a mulher e o bebê | Fotos: Agência Saúde

Entre os impactos que as mudanças fisiológicas causam na saúde bucal de gestantes destaca-se a possibilidade do aumento dos níveis de inflamação periodontais (tecidos de suporte do dente) em decorrência de higiene bucal inadequada associada às alterações dos níveis hormonais. “As gestantes também podem apresentar alterações comportamentais e acabar consumindo mais açúcares, mas não aumentam os cuidados com os dentes, o que pode trazer risco de doenças bucais”, explica a gerente de Serviços de Odontologia da Secretaria de Saúde, Alessandra de Castro.

Promoção à saúde

Atualmente, no DF, o índice de atendimento odontológico de gestantes é de 19%. “Houve significativa diminuição dos atendimentos a esse público nos anos de 2020 e 2021 devido à pandemia, pois as gestantes são do grupo de risco. Mas, agora, isso já não se justifica devido à vacina contra a covid-19”, alerta Alessandra.

O atendimento odontológico a gestantes caiu em 2020 e 2021 devido à pandemia, mas é seguro e recomendado retornar aos consultórios, principalmente no segundo trimestre da gestação

Para que esse público retorne ao atendimento, de acordo com a cirurgiã dentista Raquel Ribeiro, é necessário desmistificar o atendimento odontológico da gestante. “O tratamento é indicado, seguro e adequado, principalmente no segundo trimestre da gestação”, ressalta.

Para realizar o pré-natal odontológico, a gestante deve procurar sua unidade básica de saúde de referência e se cadastrar na equipe de Saúde da Família (eSF). O DF dispõe hoje de 175 UBSs, sendo que na maioria dessas há serviço odontológico. Nas que não houver, a paciente será encaminhada para outra UBS que possa acolhê-la na mesma região de saúde.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Fonte: Agência Brasília

RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments