28.5 C
Brasília
domingo, 7 agosto, 2022
InícioDistrito FederalSaiba onde estão as estações públicas para atividade física ao ar livre

Saiba onde estão as estações públicas para atividade física ao ar livre

Ao caminhar pelo Distrito Federal, o brasiliense já nota a presença de um novo equipamento público no cenário. Uma estrutura de aço inoxidável com barras e paralelas para a prática de exercício físico de forma gratuita e ao ar livre. São as estações de treino que estão sendo instaladas pelas regiões administrativas da capital federal.

As estações consistem em uma estrutura de aço inoxidável com barras e paralelas para a prática de exercício físico | Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília

Os equipamentos são fruto de uma parceria público-privada do Governo do Distrito Federal (GDF), via Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), com a empresa carioca Mude. O acordo consiste na instalação de 86 estações esportivas pela cidade, sendo 65 estações de treino, 20 estações de skate e uma academia completa localizada no Parque da Cidade.

“Estamos colocando qualidade de vida pertinho de quem precisa. São novos equipamentos esportivos, novas oportunidades de levar mais saúde e cuidado e de garantir que todos tenham acesso gratuito ao esporte e lazer”
Giselle Ferreira, secretária de Esporte e Lazer

O projeto é bancado pela instituição, que investe cerca de R$ 3 milhões. As estações são todas produzidas pela Mude de forma a facilitar o transporte e com baixa intervenção no meio ambiente. Não há custos para o GDF.

“Criamos o projeto há 12 anos, somos pioneiros no Brasil e no mundo. Operamos em seis capitais: Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Florianópolis. Fazemos o investimento e o governo nos dá a licença. Operamos todo o ecossistema”, explica o CEO da Mude, Marcus Moraes. “Nosso objetivo é inspirar as pessoas a passarem a fazer atividade física”, completa.

“Receber esses equipamentos sem custo algum para a nossa gestão é mais do que um presente, é estar presente e se fazer presente”, destaca .

O pedreiro Fagner Silva, 33 anos, aproveitou o fim do expediente em uma obra no Lago Sul para fazer alguns exercícios na estação de treino na QI 11

Incentivo à saúde

Para a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, o projeto é importante por proporcionar saúde e bem-estar para a população do DF gratuitamente. “Estamos colocando qualidade de vida pertinho de quem precisa. São novos equipamentos esportivos, novas oportunidades de levar mais saúde e cuidado e de garantir que todos tenham acesso gratuito ao esporte e lazer”, afirma.

O pedreiro Fagner Silva, 33 anos, aproveitou o fim do expediente em uma obra no Lago Sul para fazer alguns exercícios na estação de treino na QI 11. “Acho a ideia muito legal para quem gosta de praticar atividade física”, conta.

A doméstica Cleudia Rodrigues, 43, acredita que os equipamentos ajudam as pessoas a se exercitarem perto de casa. “Ajuda muito no aspecto da saúde, ainda mais sendo perto de casa, para quem não tem muito tempo”, afirma.

As 65 estações de exercícios estão sendo instaladas aos poucos no Noroeste, Lago Sul, Lago Norte, Guará, Asa Sul, Asa Norte, Sudoeste, Cruzeiro Novo, Octogonal, Taguatinga, Águas Claras, Vila Planalto, Jardim Botânico, Jardim Mangueiral, Santa Maria, Arniqueira, Candangolândia, Riacho Fundo II e também no Parque da Cidade.

A doméstica Cleudia Rodrigues destaca a comodidade de se exercitar perto de casa, principalmente para quem não tem muito tempo

Estações de skate

Pioneira, Brasília será a primeira capital no mundo a receber as estações de skate da Mude. Ao todo serão 20 em 12 regiões administrativas: Asa Sul, Asa Norte, Lago Sul, Lago Norte, Noroeste, Vila Planalto, Sudoeste, Samambaia, Gama, Taguatinga, Guará, Águas Claras, Ceilândia e Riacho Fundo II.

“Brasília foi a primeira cidade que fez um chamamento para poder instalar as estações de skate. Depois pretendemos levar a pista para o restante do Brasil e do mundo”, explica o CEO da Mude.

Fonte: Agência Brasília

RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments